Descobrindo meus dons…

Olá…

Desde pequena meus pais me testam, logo que nasci meu pai diz que ficava brincando comigo no colo dele e me estimulando a ficar “durinha”, segurava minhas mãos e fazia com que eu fizesse força para ficar em pé.

Os meus primeiros desenhos (rabiscos) sempre eram valorizados, nunca estavam feios e eu acreditava nisso. Não podia ouvir uma música animada que começava a dançar, aliás até hoje….rs.

Parece que quando meus pais me estimulam, acabo tendo muita criatividade, olha só o que fiz:

“Uma cabeça de Frankstein…sozinha”

Quando completar 07 anos irei para a aula de desenho, já fiz ballet mas não gostei muito, fiquei um ano fazendo, mas logo vi que não era muito a “minha praia”. Meus pais parecem que adoraram que eu parasse com o ballet, não entendi o por quê.

Meus desenhos estão melhorando cada vez mais, no meu quarto tenho meu cantinho para criar as minhas histórias e os desenhos.

“Olha alguns dos meus desenhos aí!”

Minha diversão agora é o curso de música, todos pensam quando digo que faço aula de música que é piano, teclado, violão, mas não! Eu estou aprendendo Bateria, isso mesmo Bateria, minha mãe adorou, meu pai ficou meio frustrado, mas concordou.

Parece que levo jeito para Bateria. Meu professor Tio Clodoaldo é show, ele me ensina de uma maneira engraçada, me divirto muito.

Olha como estou me acabando no rock…kkk

O que quero dizer com toda essa história é que percebo que meus pais estão sempre presentes nas minhas atividades. Eles curtem, se envolvem, vibram bastante, mesmo quando erro eles me ajudam a superar e entender as dificuldades.

Sou novinha ainda, não sei o quero ser, às vezes, médica, às vezes “florista”, professora, mas uma “coisa” eu sei, posso contar sempre com meus pais, eles sempre estarão do meu lado, incentivando, me mostrando o caminho. É sempre bom ter nossos pais ao lado.

Bom… até o próximo post. Beijos!

Dicas da família:

– Incentive sempre seu filho;

– Muitas vezes duvidamos de suas histórias, é bom ouvir o que nossos filhos têm a dizer;

– Se for dizer não, busque  um bom argumento;

– Faça ele pensar, não dê a resposta sempre, no dia-a-dia podemos testar nossos filhos;

– Tire um tempo pra conversar com eles, pode ser em qualquer idade e em qualquer momento, costumamos conversar com a Samara na hora das refeições;

– Samara adora o livro do Sean Covey: “Os sete hábitos das crianças felizes”, ao final de cada hábito, existem perguntas que você pode fazer para seu filho para que ele comece a entender e praticar bons comportamentos.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Papo geral

Mudanças fazem parte da minha vida

Olá…

Depois de um pequeno sumiço estou voltando, agora com outra pessoa me ajudando a escrever os posts, meu pai, e por que ele?

Desde pequena, minha vida foi cheia de mudanças, meus pais sempre trabalharam como empreendedores, depois de 01 ano ao lado da minha mãe, tive que me acostumar a ficar na casa dos meus avós (paternos e maternos), pois ela viajava muito e ficava, às vezes, semanas fora de casa e meu pai tinha uma loja e ficava fora durante o dia.

Minha primeira mudança foi largar de mamar, pensa que estranhei, nada! Levei na boa, nem doente fiquei, principalmente quando descobri o chocolate, que é minha paixão.

Depois foi começar a andar, nenhuma dificuldade, meus pais sempre respeitaram meu tempo, para tirar a fralda foi mais preguiça de ir ao banheiro do que medo do “assento sanitário”. Neste dia, foi operação de guerra do meu pai e da minha mãe, tinha revistinha, tinha dvd, som e quando finalmente consegui, ganhei meu primeiro  troféu, isso mesmo meu primeiro troféu….foi muito divertido, a família comemorou muito.

Aí, depois de um tempo vieram os dentes, não via a hora de começar a cair, já são 6 no total, o primeiro foi a Tia Shirlei que tirou, amiga dos meus pais, depois eu tirei, isso mesmo… eu tirei, “cutuquei” até cair, de novo, foi a alegria da casa.

E porque estou contando isso? É que nos dias de hoje as mudanças ocorrem rapidamente e meus pais me ensinaram que isso é  normal, por exemplo, hoje, a mudança de trabalho da minha mãe. Ela vai e volta de São Paulo todos os dias, só a vejo bem à noite e meu pai fica fora pelo menos 1 ou 2 dias na semana. Aprendi que de segunda à sexta temos que trabalhar, estudar, aprender e nos finais de semana estamos juntos, nos divertimos, rimos, passeamos…

Para mim família é isso, um ajudando o outro. Eu ajudo o papai, pois de segunda à quarta ele fica comigo, ele ajuda a mamãe cuidando de mim e da casa. A mamãe nos ajuda fazendo nossa programação de final de semana.

Não somos a família perfeita, mas nos amamos e nos respeitamos muito, caso apareça algum problema, sempre sentamos para conversar e como papai diz “alinhar”…..

Bom… é isso, tenho várias histórias para compartilhar com vocês, mas agora com um novo parceiro que é meu pai, mas minha mãe é que supervisiona, pois como ele mesmo diz “o homem inteligente deixa a mulher mandar”…

Até o próximo post…

Samara Leiko

Deixe um comentário

Arquivado em Papo geral, Pensamentos e questionamentos

Eu AMO chocolate!!!

Gente… como eu adoro a Páscoa porque é quando eu ganho um MONTE de chocolate. É o doce que mais AMO!

Mas eu gosto de chocolate puro mesmo, não gosto de sobremesas de chocolate. Pode ser branco, ao leite, crocante, com flocos! Ai, como fico feliz quando como um!

Quando faço arte, o castigo que meus pais me dão é ficar sem comer chocolate. Aí, fico boazinha rapidinho…

Eu já ganhei um monte de ovos: da minha Bá eu ganhei três (da Jolie, da Tortuguita e da Turma da Mônica), da tia Glauce eu ganhei da Super Poderosas, da minha madrinha eu ganhei do Alvim e dos Muppets. Minha mãe disse que não ia dar nenhum para mim porque eu ia ganhar um monte de ovos, mas ela não resistiu e me deu um com formato de gota da Hersheys.

Da minha vovó, eu troquei o ovo por uma excursão da escola (eu vou para a Bichomania) e a minha tia Samira me convenceu a trocar o ovo por um brinquedo, aí escolhi o Jenga.

Eu não abri todos os ovos, alguns eu abrirei só na Páscoa. Ah! Eu ainda vou comer os ovos que meus pais ganharam! É tudo meu!!!!

Chocolate é tudo de bom!!! Mas não é porque eu ganhei um monte que minha mãe deixa eu comer toda hora, é só um pedacinho depois do almoço e da janta e se eu comer bem, se não… fico sem chocolate! Minha mãe é fogo!

1 comentário

Arquivado em Papo geral

Programas que ensinam artes

Desde bebê, eu sempre adorei desenhar e criar coisas diferentes. Minha mãe diz que sou muito criativa, meus pais adoram o que eu crio. Pena que ainda não posso entrar na escola de desenho, só com 7 anos!

Eu puxei meu pai e minha tia Glauce, minha mãe odeia desenhar.

Meu pai desenha comigo e até me ensinou a fazer uns objetos em 3D. Minha tia Glauce é designer (chique, né?) e quando eu encontro com ela, gosto de brincar de massinha e fazer outras artes.

Acho que é por isso que eu sou super fã do Maurício de Sousa, eu até já faço algumas estorinhas. Minha mãe disse que quem sabe um dia não vou trabalhar no estúdio dele. Apesar de eu querer ser médica, posso ser uma médica desenhista. Até já pensei em ser uma médica estilista; aquele dia criei umas roupinhas profissionais.

Meu pai comprou esse quadro branco onde desenho muitas coisas.

Eu aprendo muitas artes novas e legais nos programas de televisão que assisto.

Um deles que assisto desde pequenininha é o Mister Maker que passa na Discovery Kids. É muito legal! Ele mora em uma casa cheia de gavetas malucas que têm de tudo o que se pode imaginar. Eu queria tanto aquelas gavetas porque às vezes, quero fazer algumas artes e faltam materiais.

Outro programa também da Discovery Kids é o Artzooka! Ele também faz um monta de coisas de materiais recicláveis. Minha mãe diz que às vezes, meu quarto parece um lixo. É porque eu gosto de pegar tudo que dá para reciclar, então eu quero guardar todas as caixas de papelão que encontro, rolos de papel higiênico e guardanapo. Quando eu saio, minha mãe sai jogando tudo… só deixa algumas coisinhas! Que chato, né?

E tem também outro que acho o máximo, só que tem coisas que eles ensinam que é um pouquinho difícil para mim. Mas, eu vou crescer e aí aprenderei a fazer. O programa passa na Disney Channel e se chama Art Attack. Tem uma hora que o artista faz obras gigantes no chão com vários tipos de objetos. Nossa! Como fica legal!

DICAS DA MAMÃE:

São programas que incentivam a criatividade nas crianças, vale a pena.

Acessem: http://discoverykidsbrasil.uol.com.br/ e http://www.disney.com.br/disneychannel/

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas para mamães e papais, Programas de TV

Bienal do Livro 2010

Minha mãe me deu uma notícia MARAVILHOSA! Esse ano tem Bienal do Livro aqui em São Paulo.

A minha primeira Bienal foi em 2010 e me diverti muito. Tinha várias atividades para crianças e eu brinquei muito, além disso, tem MUITOS livros que quase me perdi no meio deles. Sabe… eu gosto muito de livros, eu já tenho até uma biblioteca. Minha madrinha Bete e a minha tia Samira sempre compram livros para mim. A mamãe ainda lê para mim porque eu não consigo ler tudo, mas já estou lendo alguns balõezinhos das minhas revistinhas.

Vou mostrar as fotos agora porque naquela época eu não tinha blog.

Área de diversão da Turma da Mônica.

Mônica e eu... tudo a ver!

Olha que personagens mais fofinhos!!! Pena que eles ficavam presos dentro do vidro!

Minha tia Samira que está na foto é professora e ela disse que esse homem que está do meu lado se chama Monteiro Lobato. Ele é que escreveu o Sítio do Picapau Amarelo.

Eu sempre gostei muito do Charlie e Lola.

Cebolinha e eu…

Eu amo a Mônica! Eu até ganhei um Sansão igual ao dela da minha tia Samira!

Mas, o momento mais emocionante da Bienal foi encontrar com o Maurício de Sousa. Ele é tão bonito!!!

Ele deu um autógrafo no meu livro. Eu fiquei tão emocionada que não consegui falar nada para ele, olha como fiquei parada e com cara de assustada!

Não vejo a hora de chegar a Bienal deste ano, estarei lá novamente!

DICAS DA MAMÃE:

1. A Bienal do Livro de São Paulo acontecerá de 9 a 19 de agosto de 2012 no Anhembi http://www.bienaldolivrosp.com.br/A-Bienal/

2. Como é inverno, a tendência é levarmos as crianças super encapotadas. O ideal é levar uma blusa, mas por baixo uma camiseta mais leve porque em alguns locais é bem abafado.

3. Chegue cedo, pois na hora que começar a encher o Anhembi já é hora de levar as crianças para casa.

4. Tem praça de alimentação, mas leve as crianças para comer bem cedo. Quanto mais tarde, mais lotado.

5. Tem livros para todos os gostos e bolsos. O que vale mesmo, é incentivar a leitura!

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas de papais e mamães (e outros adultos) para crianças, Dicas para mamães e papais, Passeios e Viagens